Gestão de condomínios: conheça as melhores práticas para ter sucesso

Gestão de condomínios: conheça as melhores práticas para ter sucesso

Gestão de condomínios: conheça as melhores práticas para ter sucesso

A gestão de condomínio é uma tarefa profissional, mesmo quando o responsável por essa função não possui especialização adequada para fazer essa atividade. 

Gestão de condomínios: conheça as melhores práticas para ter sucessoSão várias atividades que necessitam ser feitas dentro das regulamentações e condutas necessárias, são tarefas que podem ser consideradas desafiadoras e são comparadas à gestão empresariais. 

Há dicas valiosas que podem ajudar a pessoa responsável por essa atividade, compreender facilmente quais são as tarefas essenciais que precisam ser promovidas e que facilita a gestão de condomínio

Quando é realizado uma gestão de condomínio de sucesso, o profissional consegue ter uma rotina, praticidade em suas atividade e outros benefícios.  

Quer conhecer quais são as dicas para melhorar o dia a dia da gestão de condomínios? 

5 dicas de gestão de condomínios para melhorar as práticas e obter sucesso 

1 – Mediação de conflitos e comunicação eficiente com os moradores

A gestão do condomínio, demanda do síndico comprometimento total para a execução das principais atividades do dia a dia. 

O bom relacionamento com os moradores e a comunicação eficiente é essencial para a promoção de uma gestão que seja eficaz e transparente. 

Conflitos podem ocorrer quando diferentes e diversas pessoas convivem no mesmo local, sendo assim, é ideal que o síndico possua um perfil imparcial e que seja conciliador para que seja possível ajudar nas situações difíceis.

Tanto o relacionamento entre as pessoas do condomínio até a cobrança de condôminos. 

2 – Constante manutenção de prevenção

Um dos custos necessários, que precisam estar na previsão de orçamento do ano, é a manutenção preventiva predial, pois essa é uma medida que garante o bom funcionamento do local e facilita na gestão do condomínio

É importante a realização constante de análises de riscos e estabelecer planos estratégicos de manutenção. 

Desta maneira, será mais fácil definir quais ações devem ser feitas durante um curto, médio e longo prazo durante determinado período de gestão. 

É uma estratégia para contribuir na minimização de riscos de operação e de possíveis despesas com danos de instalação e de áreas comuns, que são afetadas devido a falta de cuidado.
Um serviço que vale muito a pena contratar é caça vazamentos, já que muitas vezes com um pequeno vazamento, o prejuízo financeiro pode ser enorme.

 

3 – Reavaliação dos profissionais 

A modernização da portaria do condomínio já é possível ao contratar uma solução tecnológico que seja otimizada para segurança mais eficaz, que possa ser controlada à distância e que diminua os gastos com a folha de pagamento.

A gestão de condomínios pode ser totalmente diferente ao utilizar uma tendência de tecnologia como a portaria virtual. 

Esse tipo de tecnologia elimina os serviços de portaria no modelo convencional, dispensando gastos com contratos de funcionários e questões trabalhistas ou problemas jurídicos que podem envolver um colaborador. 

4 – Avaliação de fornecedores de produtos

Para a gestão de condomínios de sucesso é necessário atentar-se aos preços de uma prestadora de serviço antes mesmo de contratá-la, porém prezar por qualidade nos produtos e serviços ofertados.

Fazer o orçamento de pelo menos três fornecedores diferentes pode ser um grande diferencial, pois ao conhecer melhor o setor que está sendo pesquisado, o profissional poderá fazer a melhor escolha. 

Entretanto, preço e serviço não são as características principais ao contratar um serviço terceirizado, já que para garantir gestão de condomínio que seja eficaz, buscar por empresas referenciadas pode fazer toda diferença. 

5 – Investimento em tecnologia

O que pode ajudar na gestão de condomínios é o investimento em tecnologia moderna para facilitar monitorar, melhorar e reinventar o dia a dia dos moradores e funcionários de um condomínio. 

Trata-se de ferramentas que ajudam no bem-estar e nas atividades simples e complexas da rotina do lugar.

Gestão de condomínio de sucesso!

As práticas exemplificadas podem garantir a gestão de condomínio de sucesso e que seja eficaz, proporciona dias melhores para os moradores e funcionários, o que resulta em uma melhor qualidade de vida. 

Localização Vazamento em Piscinas

Localização Vazamento em Piscinas

Localização de vazamento em Piscina

Enquanto o Brasil busca se recuperar de uma grande recessão, no mercado das piscinas a crise não bateu, e se mostrou muito mais viva do que nunca. Segundo dados ANAPP (Associação Nacional das Empresas e Profissionais de Piscinas) o Brasil segue como segundo maior país em piscinas no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Localização Vazamento em Piscinas
Localização Vazamento em Piscinas

 Segundo os números da ANAPP, o país possui atualmente mais de 2,8 milhões piscinas instaladas, um aumento de 4,3% em relação ao ano anterior, o que significa mais de 100 mil unidades.

Seja de alvenaria, vinil ou até de vidro, o que importa é o design, a limpeza e uma piscina pronta para os dias mais quentes, para alegria da família e dos amigos. Mas tudo isso pode ir por água abaixo se houverem contratempos como infiltrações e vazamentos.

Vazamento em piscina é um problema muito comum que não é percebido logo, mas pode trazer muitos comprometimentos a estrutura e até ao terreno de sua localização. Neste artigo, entenda quais os tipos de piscinas mais comuns, os tipos de vazamentos e como é feita a localização de vazamento em Piscina por Caça Vazamentos.

Tipos de Piscinas

O mercado das piscinas está cada vez mais aquecido no Brasil e mostra a importância que os brasileiros dão para esse item de lazer que já deixou de ser supérfluo. Hoje existem vários tipos de piscinas comercializadas e cada uma tem um diferencial específico que pode ser mais vantajoso para cada tipo de cliente.

Tipos de Piscinas
Tipos de Piscinas

As piscinas mais comuns do mercado são:

  • Piscina de alvenaria;
  • Piscina de vinil;
  • Piscina de fibra de vidro;
  • Piscina de vidro.

Das piscinas mais utilizadas no Brasil, a Piscina de Alvenaria possui 30% da fatia do mercado atual e a escolhida por grande parte dos brasileiros. Feita com concreto armado, a piscina de alvenaria tem a vantagem de ser totalmente personalizável, ou seja, o cliente escolhe o tamanho desejado, a profundidade, o formato e a ornamentação interna. 

O grande problema porém desse tipo de piscina é a mão de obra que precisa ser especializada em piscinas, além do valor que geralmente é elevado. Além disso, a obra pode ser mais longa do que o previsto e necessita de um projeto bem elaborado para não haver falhas e problemas futuros.

As piscinas de Fibra de Vidro ou somente o termo Fibra, é outra opção muito escolhida e atualmente já detém de 35% do mercado de piscinas, ultrapassando as de alvenaria, que no passado já foram as mais produzidas no país. 

A piscina de Fibra possui alguns pontos positivos que justificam tal procura: são mais baratas para adquirir, mais baratas para instalar, já que a mão de obra mesmo especializada, é mais acessível, além de possuírem todos canos e dispositivos e equipamentos necessários, apenas necessitando o encaixe no local e instalação.

Apesar de possuir formatos diferenciados e vários tipos de profundidade, as piscinas de fibra são padronizadas e não é possível personalizá-las ao gosto do cliente. Outro ponto negativo é que a instalação deve ser feita com cuidado, já que é um material que quebra e cria fissuras com facilidade.

A Piscina de Vinil é outra opção que busca baratear o custo das piscinas de alvenaria. A Piscina de Vinil é feita em lona de alta resistência e durabilidade, que deve ser aplicada ao concreto e pode resistir até mais de 10 anos no local e com contato direto da água e intempéries. 

A vantagem é a utilização de decorações inovadoras para decoração da piscina e instalação e manutenção barata, porém pode se deteriorar com o tempo, rasgando e não evita qualquer tipo de problemas relacionados as piscinas de alvenaria.

As piscinas de vidro são uma alternativa a todas as piscinas citadas e dentre todas é a mais moderna e bonita. O vidro utilizado é de alta resistência e possui vários sistemas de vedação para que a água fique contido dentro do tanque de vidro, porém requer uma manutenção mais cuidadosa com limpeza e análise de vazamentos.

Tipos Vazamentos em Piscinas

Conhecendo melhor os tipos de piscinas existentes, é fundamental conhecer sua estrutura para entender como podem acontecer os vazamentos, o maior temor que pode ocorrer nesse tipo de tanque de armazenamento de água.

Tipos Vazamentos em Piscinas
Tipos Vazamentos em Piscinas

Dentre as piscinas citadas, a mais propensa a apresentar vazamentos é a piscina de alvenaria. As causas são inúmeras:

  • Má impermeabilização;
  • Possível erosão da terra;
  • Equipamentos e encanamento quebrados;
  • Revestimentos mal colocados;
  • Falta de manutenção geral.

A piscina de alvenaria necessita de um exaustivo processo de impermeabilização antes, durante e depois de sua construção, para evitar infiltrações. Outro fator é quando os equipamentos como ralos e dispositivos de hidromassagem, por exemplo, não estão bem instalados e posicionados. Canos quebrados, rachados e sem manutenção, podem ser outro motivo para vazamentos.

Por fim, revestimentos mal colocados e sem rejunte, podem com o tempo, causar pequenas infiltrações que possibilitam vazamentos em várias partes da piscina. Em piscinas de Vinil, esses mesmos pontos de cuidado com vazamentos devem ser observados, já que a piscina é de alvenaria, apenas com uma lona de vinil. 

Rasgos no vinil, podem facilitar a infiltração da água nas paredes e o indicado é que mesmo com a utilização de vinil, o melhor é que haja paredes com revestimento de azulejo ou cerâmica para evitar infiltrações.

A piscina de Fibra por sua vez, é um material pré fabricado e possui outras especificações, inclusive no tipo de vazamento que ocorrem. O material da fibra de vidro é relativamente leve, porém muito frágil e depois que é colocada água, não é recomendado que seja retirada, a não ser no caso de troca por uma nova por exemplo.

As piscinas de Fibra de Vidro possuem paredes estruturais curvas e que depois de cheias se expandem por pressão volumétrica e caso seja retirada água, ocorre um processo de ressecamento e fissuras que podem evoluir para rachaduras, sendo um processo praticamente impossível de ser evitado.

A piscina de vidro é a que mais precisa de observação quanto a vazamentos, já que o vidro pode sofrer com pressão do volume de água e principalmente causar fissuras pequenas que com o tempo podem aumentar e se tornar inevitáveis. 

Piscina Baixando é Sinal de vazamentos

As piscinas quando estão em processo de vazamento, dão pequenos sinais que não estão em seu funcionamento pleno. O primeiro sinal é sem dúvida a quantidade de água que abaixa.

Piscina Baixando é Sinal de vazamentos

Quem utiliza todos os dias poderá perceber que o nível abaixou mais facilmente, se notar pequenas bolhas ou barulhos no fundo ou nas paredes da piscina ao mergulhar. Além disso, poderá fazer um teste usando uma haste como um pedaço de madeira e marcar o nível pela manhã e observar a noite ou no outro dia, se tiver diminuído, é necessário averiguar o que está acontecendo.

É importante levar em consideração que a evaporação da água é normal e pode acontecer diariamente numa média de 3mm, porém mais do que isso é considerado vazamento. 

Outro sinal claro de vazamento em piscina são as Infiltrações que quando acontecem, podem causar o afofamento da terra ao redor e ocorrer um tipo de erosão, movendo o terreno e causando o perigo de acidentes, principalmente se o terreno for um declive. Isso é muito comum em piscinas de alvenaria.

As piscinas de fibra possuem a vantagem de serem quase que imunes a vazamentos, porém quando ocorrem, pode ser necessário até a troca total do material, dependendo da extensão do vazamento.

Como é feito a localização e conserto de vazamento em piscinas

Depois de perceber sinais de possível vazamento na piscina, o proprietário deve acionar um profissional de Caça Vazamentos para atestar de fato um vazamento. O Caça Vazamentos é um profissional treinado que identifica vazamentos de água em encanamentos e locais como piscinas de forma rápida e eficiente, através de equipamentos tecnológicos.

Como é feito a localização e conserto de vazamento em piscinas

Melhor que um encanador ou bombeiro convencional, o Caça Vazamentos possui certificação e capacitação profissional para manusear equipamentos e produtos que encontram vazamentos através de métodos não destrutivos, ou seja, sem quebra quebra desnecessário, para apenas no local do real vazamento.

sabesp

VAZAMENTO DE ÁGUA: QUEM PAGA A CONTA?

VAZAMENTO DE ÁGUA: QUEM PAGA A CONTA? Tem notado que sua conta de água está com valores mais elevados? O …
Leia Mais
conta de água alta

Conta de água alta: o que fazer?

Conta de água alta: o que fazer? Não sabe mais o que fazer com a conta de água alta e …
Leia Mais
Como Localizar Vazamento Água

Como localizar vazamento água

Como Localizar Vazamento Água Buscando Solução de como localizar vazamento água Preparamos um super tutorial com 11 dicas de como resolver este …
Leia Mais

Dessa forma, oferece aos proprietários um serviço de melhor qualidade, mais barato e com menos lixo residual, além de um serviço mais acessível e com garantia. Para identificação de vazamentos em piscinas, primeiro, o Caça Vazamentos fará perguntas para o proprietário sobre a rotina de utilização e manutenção da piscina. 

Depois, observará qual o tipo de piscina e no caso das de alvenaria, se atentará para os produtos e serviços feitos nela para descobrir se o possível vazamento é causado por ação humana. Solo úmido e fofo dará indícios de infiltrações na piscina.

Por fim utilizará um Hidrofone, aparelho que detecta vazamentos em piscinas através da escuta. O profissional de Caça Vazamentos coloca o Hidrofone na água e utiliza um fone que anula por completo qualquer tipo de ruído ou som externo e oferece maior precisão ao profissional em encontrar vazamentos localizados.

Em casos mais específicos, quando existem mais de um vazamento, a utilização de outros equipamentos e produtos de kit piscina para combater vazamentos como traçador químico, medidor de umidade e câmera termográfica. 

Identificado o vazamento ou outros, o Profissional de Caça Vazamentos precisa ser certificado em mergulho com técnicas de reparos submerso para corrigir o problema. Raramente será necessário esgotar a água da piscina, salvo em vazamentos muito amplos e complexos. 

O que fazer para evitar vazamentos em piscinas 

Independente do tipo de piscina, cuidados e manutenção devem ser necessários para evitar problemas de qualquer natureza. No caso de vazamentos, os profissionais de Caça Vazamentos recomendam alguns cuidados para evitar problemas:

O que fazer para evitar vazamentos em piscinas 

Nas piscinas de alvenaria, a recomendação é sempre manter a manutenção e limpeza em dia e enquanto estiver em construção, o revestimento, rejunte e principalmente a impermeabilização devem ser feitos por regra e de forma consistente.

Outro ponto que deve ser observado, é que a mão de obra deve ser especializada, ou seja, apenas profissionais que tenham conhecimento e experiência em lidar com a construção de piscinas e dessa forma, evitar aborrecimentos futuros.

Em piscinas de fibra, mesmo sendo raros os problemas com vazamentos, existem regras claras que se não obedecidas, podem trazer transtornos irreparáveis a esse tipo de material.

Piscinas de fibra não toleram a retirada de água depois da piscina cheia. Como foi falado no tópico anterior, o volume de água contido, causa uma pressão que expande as paredes da fibra de vidro e depois que isso acontece se a água for retirada, acontece naturalmente a retração e ressecamento, causando pequenas fissuras.

As fissuras podem se tornar rachaduras e se for recolocada a água, é possível que a piscina não suporte e haja rompimento. Por isso o indicado é colocar água até o nível máximo.

Para limpeza, a contratação de empresa especializada em produtos e equipamentos para limpeza de piscinas é uma boa opção ou a utilização de produtos especiais para limpeza desse tipo de material que são vendidos em lojas especializadas em piscinas.

Cloro é indicado até determinado ponto e sempre deve ser seguido as recomendações do fabricante da piscina. Cloro além do permitido pode causar problemas de saúde e na menor das hipóteses manchar a piscina, especialmente as bordas em contato direto com o sol.

Algicidas com cobre não são indicados para limpeza de piscinas de fibra pois mancham sua estrutura. Por ser fácil para limpeza, já que possui estrutura lisa, escovas de aço e produtos como ácidos são proibidos pois danificam a piscina.

Seja qual for o tipo de piscina, se houver vazamentos ou perceber qualquer anormalidade, o profissional de Caça Vazamentos é a pessoa certa para identificação e conserto de vazamentos. Profissionais capacitados e experientes para solucionar problemas em sua piscina. 

Solicite hoje uma análise de sua piscina e garanta que ela continue perfeita com a manutenção acessível e disponível do profissional de Caça Vazamentos. 

Vazamentos de piscinas? Entre em contato e evite problemas com Caça Vazamentos. 

Como limpar a caixa de gordura?

Como limpar a caixa de gordura?

Você mesmo pode fazer a limpeza da caixa de gordura. Com alguns itens básicos e passos simples resolva esse problema que apesar de ser um pouco desagradável é de grande importância para a sua residência. Você também pode contratar uma empresa especializada nesse serviço como as empresas desentupidoras.

Itens necessários para a limpeza da caixa de gordura

A limpeza manual é a forma mais simples e você mesmo pode executar.

Você vai precisar de:

  • Vassoura grossa e esponja
  • Balde
  • Saco de lixo resistente
  • Mangueira com água
  • Sabão ou detergente

  • Creolina ou outro desinfetante (opcional)
  • Luva e máscara

Limpando a caixa de gordura

  1. Proteja-se com a máscara e luva;
  2. Ajeite o saco de lixo dentro de um balde;
  3. Remova a tampa e retire o cesto da caixa despejando o resíduo dentro do balde. Se seu modelo não possuir o cesto, retire a gordura com a ajuda de um recipiente. Faça uma raspagem nas paredes e fundo;
  4. Lave o cesto e a caixa utilizando uma esponja, vassoura, água e detergente;
  5. Recoloque o cesto e vede com a tampa novamente;
  6. Feche bem o saco de lixo e coloque no descarte de resíduos orgânicos.

Dica: Antes de remover a gordura adicione um pouco de Creolina ou outro desinfetante para diminuir o mau cheiro.

Cuidado: Não adicione cal, soda cáustica ou água quente para esvaziar a caixa. O resíduo é diluído e entra pelo esgoto, porém ele irá incrustar causando um entupimento na tubulação.

Como é uma caixa de gordura?

A caixa de gordura é um recipiente feito de cimento ou de plástico vendido em materiais construção, onde há um ou mais encaixe na parte superior por onde entrará a água proveniente dos ralos da pia da cozinha, da lavação e máquina de lavar roupa. A gordura por ser mais pesada vai acumulando no fundo e a água escoa pela saída acima do limite da gordura até à rede de esgoto.

Sua função é reter a gordura proveniente da cozinha em cozimentos, frituras, lavagem de louça e até oleosidade da pele quando nos lavamos. O uso da caixa evita que toda essa gordura cause entupimento na tubulação e ou siga ao sistema de esgoto. O descarte dessa gordura deve ser feito com o material orgânico.

Tipos de caixa de caixa de gordura

Industrializada

  • PVC – O modelo de caixa em PVC é o mais comum e mais prático. A tampa é fácil de abrir e fechar e tem boa vedação. Dentro da caixa há uma cesta removível toda perfurada para a passagem da água. Com fundo de canto arredondado facilita a limpeza. Há também várias saídas de encaixe para os canos de sucção evitando o uso de engates.

  • Aço – Os modelos de aço são indicados para restaurantes ou fábricas com grande manejo de gorduras. São instalados no lado interior do ambiente, possuem grande durabilidade e são de fácil limpeza.

  • Concreto – São modelos pré-fabricados e com ótima vedação. A limpeza é um pouco mais pesada devido a maior facilidade de incrustar os resíduos.

Alvenaria

O modelo em caixa de alvenaria, é produzida in loco. Por não ter revestimento, torna a limpeza um pouco mais pesada e demorada devido a maior aderência de resíduos nas paredes e fundo da caixa.

Os valores podem variar conforme o modelo e tamanho, mas todos cumprem a mesma finalidade e são de grande importância para a rede de esgoto e para o meio ambiente.

O que acontece se não limpar a caixa de gordura?

  • Transbordamento da água – Uma caixa de gordura cheia ou entupida pode resultar na volta da água pelo ralo da pia da cozinha, devido à falta de vazão da mesma. A gordura acumulada dentro da caixa impede o escoamento correto da água. O baixo vazamento da água pela pia pode indicar que a caixa já esteja cheia.
  • Mau cheiro – Outra indicação de caixa de gordura muito suja é o cheiro desagradável que retorna pelo ralo da pia.
  • Proliferação de animais – Ratos, baratas e outros animais são atraídos pela gordura com restos de alimentos e através do encanamento da caixa podem entrar em casa pelos ralos.

Com qual frequência devo limpar a caixa de gordura?

A limpeza da caixa de gordura geralmente não é uma tarefa muito atraente. O forte cheiro e visual não muito agradável faz com que evitamos de fazer esse trabalho, porém como já vimos, é de extrema importância incluir essa manutenção na rotina da casa ou estabelecimento.

A rotina de limpeza da caixa depende da quantidade de moradores na residência e da frequência de uso da cozinha.

A recomendação em geral é:

  • Casas – a cada 6 meses

  • Apartamentos – a cada 3 meses
  • Restaurantes, lanchonetes – a cada 1 mês

Veja também sobre limpa fossa.

O post Como limpar a caixa de gordura? apareceu primeiro em Rei Caça Vazamentos.

Curitiba: Exemplo de Saneamento Entre as Capitais Brasileiras

Curitiba: Exemplo de Saneamento Entre as Capitais Brasileiras

Curitiba: exemplo de saneamento entre as capitais brasileiras

Mais uma vez, Curitiba saiu na frente no quesito saneamento entre as capitais brasileiras. Dessa vez, o resultado serviu como uma espécie de presente aniversário para a capital, que completa seus 326 anos.

curitibaMas, que ranking é esse?

O Ranking Abes da Universalização do Saneamento é feito pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes). Ele apresenta o percentual da população das cidades brasileiras que tem acesso a serviços de saneamento.

Com o ranking, é possível analisar quantos e quais municípios estão no rumo da universalização do saneamento.

O ranking possui cinco indicadores, que são: abastecimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, coleta de resíduos sólidos e destinação adequada de resíduos sólidos.

Além disso, sua pontuação máxima é de 500 pontos. De acordo com a pontuação do município, é possível ter uma ideia de como o saneamento está. A tabela para que isso possa ser acompanhado é:

  • Rumo à universalização – acima de 489;
  • Compromisso com a universalização – de 450 – 489;
  • Empenho para a universalização – de 200 – 449;
  • Primeiros passos para a universalização – abaixo de 200.

Curitiba ficou em qual classificação? 

A capital do Paraná ficou com a maior pontuação no II Ranking Abes de Universalização do Saneamento. De um total de 500 pontos, Curitiba somou 499,99, a pontuação mais alta já conquistada.

No entanto, já era de se esperar. A capital tem feito grandes investimentos e melhorias na área de saneamento. Há pouco mais de um ano, por exemplo, Curitiba assinou um novo contrato com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

O contrato assinado com a Sanepar teve como objetivo cumprir as metas do Plano Municipal de Saneamento Básico. 

As notas máximas de Curitiba foram em abastecimento de água, tratamento de esgoto e coleta e destinação adequada de resíduos sólidos. A única em que obteve 99,9 foi na cobertura de esgoto. 

Rumo a Universalização

Além de ser um ótimo resultado para Curitiba, esse resultado também acrescenta muito à Sanepar, companhia responsável pelo saneamento de Curitiba. Afinal, o ranking também aponta a Companhia de Saneamento do Paraná como referência em saneamento no país. 

Um fato muito importante é que o bom, para não dizer ótimo, saneamento de Curitiba também influencia em outros setores. A saúde é um grande exemplo.

De acordo com a Unicef, a falta de saneamento básico é responsável por grande parte das mortes por diarreia no mundo. São 88%, para ser mais exato. Além disso, a diarreia é a segunda maior causa de mortes em crianças de até 5 anos.

Exemplo de saneamento entre as capitais brasileiras

A partir de agora, Curitiba será vista como um exemplo a ser seguido por outras cidades brasileiras. Isso é, sem dúvida, uma grande conquista para a cidade. 

Agora, além de admirar o prestígio conquistado por Curitiba, é preciso que as outras cidades, principalmente as mais necessitadas de saneamento, a usem como modelo. As cidades, inclusive, podem usar o modelo de ação de Curitiba como base para montar o seu próprio. 

Espero que você tenha conseguido entender um pouco mais sobre esse ranking e o tamanho prestigio conquistado por Curitiba nesse momento. Espero, também, que você tenha gostado da leitura.  

Conheça o blog da Desentupidora Giracano, empresa especializada em serviços de desentupimento em Curitiba.

O post Curitiba: Exemplo de Saneamento Entre as Capitais Brasileiras apareceu primeiro em REI CAÇA VAZAMENTO.

5 Vazamentos Tipos Vazamentos

5 Vazamentos Tipos Vazamentos

Tempo de leitura: 6 minutos

5 VAZAMENTOS COMUNS E FÁCEIS DE SEREM ENCONTRADOS

Piso molhado, vaso sanitário sempre úmido, encanamentos antigos e causando infiltrações, são apenas alguns casos de vazamentos em casa, um transtorno que muitas pessoas passam e muitas vezes não sabem como agir.

5 VAZAMENTOS COMUNS E FÁCEIS DE SEREM ENCONTRADOS

Vazamentos comprometem estruturas, destroem móveis e causam muitos prejuízos, além de ser esteticamente desagradável e causar mofo e problemas de saúde para toda uma família. Vazamentos precisam ser solucionados ao menor sinal e por menor que sejam, para evitar contratempos ainda mais sérios.

Existem vários tipos de vazamentos e hoje, falaremos dos 5 vazamentos comuns e fáceis de serem encontrados, que podem ser resolvidos facilmente também por um profissional de caça vazamentos e garantir a tranquilidade de sua família.

OS VAZAMENTOS MAIS COMUNS EM RESIDÊNCIAS

Quem nunca passou ´´alguns apertos“ com uma torneira pingando o tempo todo, a válvula da descarga que não pára de descer água ou uma umidade em uma parede e que parece nunca secar?

Essas situações são muito comuns de acontecer em qualquer residência, e cabe ao morador resolver, antes que o problema se agrave e comece a comprometer desde a estrutura da casa até a saúde da família. Muitos vazamentos são de certo modo simples de solucionar, porém outros somente um profissional em caça vazamentos para corrigir.

VAZAMENTO EM VASO SANITÁRIO

O primeiro vazamento mais comum é o de vaso sanitário. Seja caixa acoplada ou de válvula convencional, eis um dos grandes problemas que fazem muitas famílias chamarem encanadores para resolver.

VAZAMENTO EM VASO SANITÁRIO

Em geral, o problema acontece nas tubulações que dão acesso da água da caixa d´água até o vaso e que pode com o tempo apresentar fissuras. Outro problema é quando, no caso de válvula convencional, a válvula quebra e pode ser consertada ou trocada dependendo do estrago.

Outro problema comum é quando existe infiltrações na caixa acoplada ou mesmo na base do vaso, deixando o piso sempre molhado e se tornando um perigo real de escorregões e uma situação que precisa ser resolvida o quanto antes.

VAZAMENTOS EM TORNEIRAS E SIFÃO DE PIA

Outro tipo de vazamento muito comum é quando torneiras ficam pingando muito e a válvula do registro da torneira não consegue mais fechar por completo. Nesses casos, é necessária a troca total da torneira ou apenas o reparo da válvula, deixando-a novamente firme e contendo a água.

vazamento Torneira

Já no caso do sifão de pia, seja de cozinha, lavanderia ou banheiro, ele pode ser retirado pelo próprio morador, já que é uma tubulação externa e fácil de ser instalada, sem grande complexidade. Muitos vazamentos são por que o sifão pode conter fissuras ou mesmo sujeira em seu interior, sendo necessária uma limpeza periódica para evitar esse problema.

VAZAMENTOS EM REGISTROS

São considerados registros, as válvulas tanto de torneiras e do chuveiro, como aquelas que servem para fechar a água da cozinha, banheiros e lavanderia. Registros pingando depois de um banho, úmidos ou espanados, precisam ser consertados, pois favorecem uma grande perda de água.

vazamento Registro

Quando essas situações acontecem, podem ser necessárias as trocas totais das válvulas, mas também apenas o reparo, um pequeno elástico circular que é colocado em torno da válvula e serve para fechá-la por completo, e encontrado em depósitos de materiais de encanamento e construção.

VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES NA PAREDE

Um tipo de vazamento muito comum e perigoso é o vazamento em tubulações na parede. Esse tipo de problema pode causar muitas situações como infiltração, umidade em demasia, mofo, bolor e até favorecer o aparecimento de doenças respiratórias como bronquites e asmas.

As tubulações na parede com vazamentos, ainda podem oferecer riscos para a estrutura da residência, comprometendo ao ponto de ser necessário refazer toda área onde a infiltração está.

Quando a umidade é grande, logo é percebida e sabe-se exatamente onde é o cano que está furado, porém quando é um vazamento oculto, ou seja, que por ser um furo muito pequeno e pouca quantidade de água, o problema pode perdurar por anos sem ser percebido, até que haja um aumento na conta de água ou o cano tenha uma ruptura ainda maior.

VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES NO PISO

Tubulações no piso como encanamento para esgoto por exemplo, também podem causar problemas de vazamento. Por exemplo, encontrar pisos sempre com manchas de umidade, é um indício de que existe um problema de vazamento ali.

Nesses casos mais complexos, tanto de vazamento oculto de tubulações em parede e piso, chame o serviço de caça vazamento que será a melhor alternativa para solução total do problema.

CAÇA VAZAMENTOS: ECONOMIA E BENEFÍCIOS PARA SUA CASA!

Um vazamento é um dos maiores transtornos que podem haver em uma residência. Hoje, os vazamentos são os tipos de desperdício de água mais comuns nas grandes cidades, já que muitas vezes não levamos em conta o quão prejudicial é uma torneira pingando ou uma infiltração antiga.

Pode-se haver uma perca de água de até 4 mil litros de água em um só dia, caso uma torneira fique continuamente esvaindo água sem limite. Parece um exagero, mas é uma realidade grave que se não resolvermos, sentiremos no bolso e no meio ambiente, já que a água doce e potável está cada vez mais escassa.

Mas uma torneira é simples de encontrar, porém vazamentos em tubulações internas é que são mais complicadas, levando muitas vezes a quebra quebra de cozinhas, banheiros e lavanderias, até áreas secas onde exista a passagem de encanamento e um contratempo que leva grandes somas de dinheiro, além de muitas vezes o problema não ser resolvido.

Com qualquer um dos 5 vazamentos mais comuns em casa? Não espere mais e solicite hoje uma visita para avaliação do problema e conserto de encanamento, e acabe de uma vez com o prejuízo de vazamentos e infiltrações na casa toda.

É fundamental que o serviço de Caça Vazamentos seja contratado, pois só dessa forma conseguiremos descobrir onde está o problema e como consertá-lo. O caça Vazamento é um serviço especializado e que através do uso de equipamentos de alta qualidade e tecnologia, conseguem identificar até a menor fissura e quebrar no lugar certo, consertando a tubulação e trazendo economia para você!

Apoio

Sabesp Saae

O post 5 Vazamentos Tipos Vazamentos apareceu primeiro em REI CAÇA VAZAMENTO.

Dicas Como Localizar Vazamento em Apartamentos

Dicas Como Localizar Vazamento em Apartamentos

Tempo de leitura: 6 minutos

DICAS DE COMO IDENTIFICAR VAZAMENTOS EM APARTAMENTOS

Ter problemas com vazamentos em apartamentos é algo comum. Com o tempo, o encanamento vai ficando mais antigo e com a pressão da água, pode aparecer pequenas fissuras, que aumentam de tamanho e começam a criar grandes vazamentos que demoram para chegar numa situação crítica, muitas vezes só percebida quando a conta de água chega alta ou infiltrações começam aparecer.

DICAS DE COMO IDENTIFICAR VAZAMENTOS EM APARTAMENTOS

Não tem jeito, ao menor sinal de vazamentos, eles devem ser resolvidos logo para que os problemas não fiquem ainda maiores.

Mas em residências, as vezes é fácil de resolver, e quando o problema é num apartamento ou prédio todo? Como proceder? Neste artigo, veja algumas dicas de como identificar vazamentos em apartamentos e como resolver infiltrações em prédios.

OS PROBLEMAS DE UM VAZAMENTO DE ÁGUA

OS PROBLEMAS DE UM VAZAMENTO DE ÁGUA

Um vazamento de água vai muito além dos prejuízos com uma conta mais alta. Vazamentos são hoje, os maiores vilões do desperdício de água nas grandes cidades e além da conta mais cara, existe a questão do meio ambiente, onde o desperdício de um recurso natural tão importante como a água, deve ser evitado.

Pesquisas apontam que uma torneira com um pequeno vazamento, onde fica gotejando diariamente, pode desperdiçar de 40 até 60 litros de água, chegando a mais de 4 mil litros, quando a perda é de um fio de água contínua.

Além disso, vazamentos comprometem estruturas, enfraquecendo paredes e deteriorando pinturas, papel de parede e causando mofo, umidade que pode aumentar e causar problemas respiratórios sérios para saúde.

O vazamento causa infiltrações que com o tempo vão aumentando e trazendo mais problemas a longo prazo para a casa e seus moradores, mostrando a necessidade de uma solução rápida em prol da saúde e da natureza.

VAZAMENTOS EM APARTAMENTOS

VAZAMENTOS EM APARTAMENTOS

Os vazamentos em apartamentos são problemas que podem ser em um local ou apartamento específico e também em outros imóveis e até no prédio inteiro, dependendo do tipo de problema e o tempo que ele acontece.

Em apartamentos, é preciso identificar onde está acontecendo o vazamento, para então saber como agir. Por ser um local geralmente menor que uma casa, apartamentos são relativamente mais fáceis de perceber vazamentos.

Quando vazamentos acontecem na cozinha e lavanderia, geralmente são lado a lado e coligadas como os banheiros, que muitas vezes possuem encanamentos próximos, ou seja, um banheiro divide a parede com o outro da suíte, por exemplo.

Nesses casos, é mais fácil identificar onde está um possível vazamento, quebrar e consertar. Mas às vezes temos que seguir sinais que dizem onde está o problema.

Infiltrações que formam mofo, geralmente começam com paredes molhadas e pisos manchados e se soltando.

Outra observação importante para saber quando pode estar havendo vazamentos, são trepidações em canos nas paredes que balançam torneiras por conta da pressão da água, e sons estranhos nas paredes e em seguida infiltrações.

Pequenos vazamentos internos como fissuras em canos, também podem causar problemas, pois por serem menores, são mais difíceis de serem percebidos e podem demorar para começar a dar sinais.

Pingos em tetos, mostram que o apartamento de cima pode ter vazamentos ou em cantos de parede, sendo um sinal de um problema compartilhado com o vizinho do lado, e nesse caso é preciso muito diálogo para chegar numa solução.

VAZAMENTOS ENTRE APARTAMENTOS. QUEM PAGA A CONTA?

VAZAMENTOS ENTRE APARTAMENTOS. QUEM PAGA A CONTA?

Quando o vazamento em apartamento acontece em um apartamento e também é percebido em outro abaixo ou do lado, é preciso entrar em contato com o vizinho para chegar a uma resolução.

Veja Também: Infiltração em apartamentos alugados: quem paga o pato?

Um dos grandes problemas nessa situação é quem paga a conta do conserto do vazamento. Antes de responder a essa questão, é preciso entender como é o sistema hidráulico de prédios residenciais, que são bem diferentes de casas comuns.

Em prédios, existem dois tipos de encanamentos: os horizontais e os verticais.

Os encanamentos verticais se encontram nas colunas e algumas paredes, enquanto os horizontais estão localizados no teto e solo e são conhecidos como ramais.

O encanamento vertical é que distribui a água para todos os apartamentos, enquanto o horizontal é que conduz essa água para cada apartamento.

Sendo assim, o encanamento horizontal é de responsabilidade de cada apartamento, enquanto o vertical é responsabilidade de todo o prédio, ou seja, caso exista um vazamento em um tubulação vertical, os moradores devem entrar em comum acordo da manutenção necessária.

Normalmente, o encanamento vertical já está designado para passar por reparos e vistorias periodicamente e seus custos calculados no valor do condomínio mensal.

No caso da tubulação horizontal não tem jeito, aí é um problema que o morador deve resolver, inclusive pagando pelo conserto de possíveis danos ao apartamento vizinho, já que muitas dessas tubulações passam pelo piso e podem comprometer a casa debaixo ou a parede do apartamento ao lado.

Outro ponto importante a ser verificado, é quanto ao relógio de água ser sempre separado por morador, pois dessa forma cada um pagará seu próprio consumo e nos casos de vazamentos, até ser mais fácil para identificá-lo, por conta de uma abrupta alta na fatura.

VAZAMENTOS FÁCEIS DE RESOLVER

VAZAMENTOS FÁCEIS DE RESOLVER

Quando o vazamento é local, ou seja, dentro do apartamento do morador e restrito a ele, é mais fácil de resolver e quanto antes for sanado, melhor para não piorar e passar para outros imóveis.

Vazamentos pequenos como o registro do chuveiro e de torneiras que espanou, podem ser resolvidos facilmente pelo próprio morador, trocando o reparo que pode ser comprado em qualquer loja de materiais de construção.

Sifão da pia da cozinha, banheiros ou lavanderia que esteja vazando, também pode ser resolvido ao ser trocado completamente.

Basta fechar o registro, trocá-lo e religar a água. Todas essas ações podem ser feitas pelo próprio morador, bastando identificar o problema, a simplicidade e comprando os acessórios para a sua correção.

CAÇA VAZAMENTO EM APARTAMENTOS

CAÇA VAZAMENTO EM APARTAMENTOS

Em casos mais sérios de vazamento, quando não é possível resolver sozinho e não é um problema predial, mas sim local, solicite a ajuda de uma empresa especializada em Caça Vazamentos.

Empresas de Caça Vazamentos, identificam onde estão os pontos de vazamento de água e esgoto com equipamentos modernos e eficientes, além de serem qualificados para resolver o problema sem muita quebra-quebra, oferecendo maior comodidade para você e sua família, além de um orçamento que cabe no seu bolso.

O post Dicas Como Localizar Vazamento em Apartamentos apareceu primeiro em REI CAÇA VAZAMENTO.

Caça Vazamento Cozinha

Caça Vazamento Cozinha

Tempo de leitura: 5 minutos

DICAS DE CAÇA VAZAMENTO EM COZINHAS

Quando se fala em vazamentos, logo imaginamos canos quebrados, água para todo lado e uma situação desesperadora, onde é preciso achar um encanador rapidamente e com um serviço que será muito caro.

DICAS DE CAÇA VAZAMENTO EM COZINHAS

Mas geralmente o que acontece é o oposto, ou seja, o vazamento começa quase que imperceptível e os moradores só percebem quando a conta de água começa a vir além do habitual.

Nas cozinhas, vazamentos são frequentes e o local onde mais devemos estar atentos para caçar vazamentos.

Não tem jeito, ao menor sinal de vazamento, é preciso tomar medidas para resolver o problema, antes que ele fique mais sério e leve milhares de reais do seu bolso.

Neste artigo, daremos dicas de caça vazamentos em cozinhas, para que ao identificar o problema, ele seja resolvido rapidamente.

VAZAMENTOS, O MAIOR INIMIGO DO DESPERDÍCIO DE ÁGUA

VAZAMENTOS, O MAIOR INIMIGO DO DESPERDÍCIO DE ÁGUA

Atualmente em uma cidade como São Paulo, com mais de 10 milhões de pessoas, a Sabesp afirma que o uso da água corresponde a uma média de 161 litros de água por casa diariamente.

Hoje, o maior vilão do desperdício de água são os vazamentos, principalmente os de pequeno porte, pois são os que mais desperdiçam água.

Estudos comprovaram que uma torneira com vazamento, pode esvair de 40 até 60 litros de água por dia e se o vazamento for contínuo, ou seja, um fio de água jorrando sem parar, isso pode corresponder a mais de 4 mil litros de água perdida. Não é só a conta de água que trás prejuízos, mas mostra um descaso com o meio ambiente.

ENTENDA O SISTEMA HIDRÁULICO DE SUA CASA

ENTENDA O SISTEMA HIDRÁULICO DE SUA CASA

Em primeiro lugar, é preciso entender como funciona o abastecimento de uma residência, para saber como funciona o sistema hidráulico. Primeiro, a empresa de saneamento de sua cidade envia a água para sua caixa e a bóia controla esse recebimento para que não desperdício.

Depois a água é distribuída para cada área da casa como banheiros, lavanderia, quintal e cozinha e que garante que a água chegue o mais rápido a torneira e sem problemas no caminho.

O encanamento leva água limpa, mas o sistema hidráulico é composto também da rede de esgoto que descarta a água suja. No caso de haver um vazamento na cozinha, é preciso determinar o tipo de encanamento que está passando pelo problema.

Para isso, é de suma importância que residências tenham plantas hidráulicas, pois dessa forma ficará fácil identificar todas as tubulações e quais as que podem estar tendo vazamentos.

Em casas mais antigas, esse tipo de planta é mais difícil de ser feita e nesse caso é preciso contar com uma dose de sorte, experiência e bom senso, para determinar onde os canos possam estar.

COMO DESCOBRIR VAZAMENTOS NA COZINHA

COMO DESCOBRIR VAZAMENTOS NA COZINHA

Profissionais de Caça Vazamentos, consegue descobrir onde existe um vazamento ao usar equipamentos e sua experiência, mas no caso de leigos que acreditam estar passando pelo problema em casa, não é tão simples determinar onde um vazamento se encontra.

Apesar de difícil, existem alguns sinais que podem dar pistas de vazamento na cozinha. Primeiro, a conta de água possivelmente terá um aumento brusco, que pode ser notado comparando contas anteriores. Quando existem vazamentos escondidos,  

Observe se há infiltrações na parede, pois quando existem vazamentos, principalmente de médio e grande porte, a parede fica com um círculo úmido e com o tempo aparece mofo.

Além do mofo, a parede começa a descascar e ficar ´´fofa“, mostrando que o local possui alguma umidade além do normal. Nesses casos, ao quebrar já é possível perceber onde existe o vazamento.

Uma técnica caseira para caça vazamento, é colocar um copo de água embaixo da torneira mais próxima do registro e fechá-lo, abrindo a torneira em seguida e observando se a água é sugada, pois isso significa que existe um vazamento.

Para saber onde é o vazamento, vá até a torneira mais distante do registro e veja se ela também suga a água do cano e será mais fácil identificar onde acontece o vazamento.

Outra forma de perceber um vazamento é se algum piso estiver soltando. Na cozinha quando existem vazamentos próximos a torneira, é comum que o piso e até a pedra da pia comecem a soltar da parede, porém quando isso acontece, geralmente o vazamento é antigo e existe uma umidade muito extensa na área, que pode causar problemas para outros pisos.

Outra maneira é bater levemente nos pisos perto da torneira e observar se fazem barulho de oco, outro sinal de vazamento local.

Vibrações na parede por conta da pressão da água e da ruptura do vazamento, podem ser outro indício de que existe um problema na tubulação.

CAÇA VAZAMENTO PROFISSIONAL EM SUA COZINHA

CAÇA VAZAMENTO PROFISSIONAL EM SUA COZINHA

Quando é percebido que existe um vazamento, o morador pode chamar um encanador comum, que geralmente irá começar um quebra-quebra até ter certeza da onde está o vazamento e que na maioria dos casos não possui equipamentos precisos que identifiquem onde é o local exato do problema.

Ou o morador pode optar pelos profissionais em Caça Vazamento, que possuem equipamentos que conseguem identificar todo tipo de irregularidade em tubulações e sem precisar quebrar a princípio.

Os profissionais usam basicamente dois tipos de equipamentos para determinar onde estão os vazamentos:

Geofones Eletrônicos– Geofones são aparelhos que captam os sons da água e de possíveis vazamentos, apenas ao tocar em pisos e paredes.

Muito eficiente, o Geofone consegue identificar onde está acontecendo um vazamento e até o grau do problema.

Pressurização para Microvazamento– Existem vazamentos que são tão pequenos que muitas vezes o Geofone não consegue identificar com precisão.

É aí que a Pressurização para Microvazamento é usada, pois descobre escapes pequenos de água e dá o local exato de onde existe a fissura.

O serviço de Caça Vazamento tem se tornado muito comum, já que problemas de vazamentos acontecem e devem ser resolvidos rapidamente.

Percebendo um vazamento em casa não hesite, e entre em contato com Caça Vazamento, com profissionais experientes e equipamentos eficientes, para encontrar e resolver todo tipo de vazamento no encanamento de sua casa.

O post Caça Vazamento Cozinha apareceu primeiro em REI CAÇA VAZAMENTO.

Limpeza Caixa De Água

Limpeza Caixa De Água

Tempo de leitura: 5 minutos

Caixa D’água Porque Limpar

Muitas pessoas só lembram da caixa d’água quando aparece algum problema ou na hora de construir um imóvel.

Limpeza Caixa de Água

Mas como tudo na vida, é necessário uma manutenção adequada para garantir que a qualidade de água que chega até na sua torneira seja boa.

É recomendado que você faça limpezas constantes em sua caixa d’água, pelo menos a cada 6 meses essa “manutenção” é necessária.

Caso a sua caixa d’água esteja há muito tempo sem receber uma limpeza adequada, há grandes chances dela contaminar a água com poluentes.

Apesar da limpeza ser um pouco trabalhosa, é necessário para se manter a qualidade e o bem estar de sua família, afastando qualquer tipo de contaminação.

Benefícios de se manter a Caixa D’água Limpa

Claro que devemos manter tudo limpo, independente se há benefícios ou não, porém vamos te dar alguns motivos mais fortes para que você faça a limpeza constantemente.

Benefícios de se manter a Caixa D'água Limpa

Só para se ter ideia, cerca de 80% das doenças em países subdesenvolvidos acontecem por conta da ingestão de uma água de má qualidade, manter a caixa d’água limpa é manter a saúde em dia.

Além de usarmos a água para tomar banho, também utilizamos a água da caixa para todas as atividades em casa, seja lavar alimentos, limpar a casa, e também consumimos para matar quem não tem filtro, beber a água da caixa diretamente (não é recomendado).

Existem alguns perigos que podem surgir caso não mantenha caixa limpa, um deles é que se algum tipo de animal ou inseto entrar em contato com a água.

pode ocorrer uma contaminação com algum tipo de doença, como por exemplo a Cólera ou Leptospirose, Dengue, por isso fazer a limpeza com frequência é importante.

E se prevenir de qualquer situação que possa ocorrer, além disso, outro benefício é a prevenção de entupimentos nas tubulações.

Mantendo sua caixa limpa você se protege, elimina bactérias, germes que podem estar acumulados na caixa junto com a sujeira, você garante que a água fique limpa e potável e evita doenças.

Caixa D’água Como Limpar

É Possível fazer a manutenção, é um pouco trabalhoso, mas com um pouco de dedicação você consegue fazer a limpeza na sua caixa d’água, no entanto é importante lembrar que a contratação de um profissional é altamente indicada.

Esse tipo de serviço deve ser feito com conhecimento técnico para se identificar possíveis riscos, caso você faça de forma inapropriada isso pode prejudicar a qualidade de água, caso opte por fazer você mesmo, fique atento.

Para realizar a limpeza na sua caixa d’água, siga os passos:

Sempre se previna utilizando luvas e sapatos de borracha para não entrar em contato com sujeiras

Sempre feche o registro antes de se fazer qualquer alteração na caixa, em seguida esvazie-a

Após registro e saída fechados, esfregue bem as paredes da caixa e o fundo com panos, não utilize nem um produto químico.

Evite estragar a caixa d’água utilizando objetos cortantes, evite escovas, opte por panos macios ou esponjas

Após toda a limpeza, abra o registro de entrada e deixe que a água encha, coloque um litro de água sanitária a cada 1000 litros do reservatório, aguarde cerca de 2 horas, após esse tempo, esvazie o reservatório.

Nesse tempo você pode ir lavando a tampa, lembre-se de na hora que for tampar não deixar espaços para bichos ou insetos entrarem

Após, abra o registro novamente, você tem duas opções, a primeira é esvaziar tudo novamente ou utilizar essa água para limpar a casa.

Dicas Importantes

  • Lave a caixa d’água periodicamente, de 6 em 6 meses é o indicado, dessa forma você evita detritos que causam doenças
  • Não limpe a caixa d’água sozinho, é perigoso e pode ocasionar acidentes, tome muito cuidado com escadas
  • Se atente ao reservatório, caso tenha algum vazamento é necessário que faça o devido reparo, recomendo que busque uma equipe de caça vazamentos
  • Sempre deixar bem fechada a caixa d’água quando for fazer alguma manutenção ou limpeza, isso evita com que insetos e animais entrem

Troca Caixa de Água de Amianto por PVC

A substituição da caixa de água de amianto por PVC, é uma coisa que vem acontecendo no país, já que o material de amianto foi proibido.

Aconselhamos caso sua caixa de água seja antiga de amianto, que troque por uma de PVC, o qual trará vários benefícios para você, principalmente na hora da higienização.

A caixa de água de PVC, é muito pratica na hora da limpeza, já que a sujeira não adere ao PVC, com um simples pano conseguimos fazer a sua higienização de forma rápida e prática.

Poque Contratar uma Empresa Profissional

Não é um trabalho tão simples e qualquer erro pode causar prejuízos, por isso é extremamente recomendado que busque profissionais para realizar a limpeza em sua caixa d’água.

Eles saberão fazer a higienização da melhor forma possível, respeitando as normas de segurança e prezando pela sua saúde e bem estar.

Vantagens:

  • Garantia do serviço
  • Prevenção contra doenças e pragas
  • Conhecimento técnico e profissionais
  • Uso de produtos adequados, zerando a chance de fazer algo errado

Conclusão

É Muito importante que se mantenha a caixa d’água limpa, uma vez a cada 6 meses deve ser feita a limpeza, dessa forma você pensa na sua saúde e na da sua família.

Lembre-se após fazer a limpeza e usar a água sanitária, esvaziar pelo menos duas vezes a caixa antes de lavar alimentos ou beber a água, não recomendamos que beba água da caixa, é extremamente indicado que se use filtros.

Você mesmo pode fazer a limpeza da caixa d’água, mas lembre-se de se atentar a deixar a tampa sempre fechada e lacrada para evitar problemas, outro detalhe é tomar cuidado ao subir em escadas ou telhados.

E para finalizar, lembrar de não utilizar detergentes ou produtos químicos dentro da caixa, eles podem danificar e causar futuros problemas.

Veja Também

Dicas de Como Limpar a Caixa de Água Sabesp

 

O post Limpeza Caixa De Água apareceu primeiro em REI CAÇA VAZAMENTO.

Bloqueador de Ar Hidrômetro

Bloqueador de Ar Hidrômetro

Tempo de leitura: 3 minutos

Bloqueador de Ar

Muitos consumidores acabam pagando um valor a mais em sua conta de água por conta do ar que sai da torneira, por isso foi criado um aparelho que bloqueia o ar dos canos e dessa forma ajuda a diminuir o valor da conta, saiba mais:

Bloqueador ar Hidrômetro

O Que é o Bloqueador de Ar?

É Um aparelho criado para ajudar a diminuir gastos desnecessários na conta de água, é um tubo de plastico que é instalado na tubulação de água, ele promete bloquear aquele ar que sai da torneira, esse ar também é “contado” como água e você acaba pagando por isso.

Ele é responsável por economizar cerca de 30% nos valores pagos na conta de água, não altera em nada o funcionamento do hidrômetro, não desgasta e não precisa ser reposto.

Como Funciona?

É Uma peça que impede a passagem de ar comum em redes de abastecimento de água, assim impedindo o ar de chegar ao hidrômetro e contabilizar como água.

Existem alguns tipos de peça com essa função, uma delas é o Eliminador de Ar:Já outra peça comum é o Bloqueador de Ar:

É Instalado Após o Hidrômetro e funciona com um sistema de molas, dessa forma criando um bloco de ar pressurizado, dessa forma evitando que ar passe pelo hidrômetro, são peças feitas de metal ou plastico

Existem alguns tipos de peça com essa função, uma delas é o Eliminador de Ar:

Essa peça “anti-ar” é instalada antes do hidrômetro, o eliminador de ar funciona com um sistema de boias flutuadoras que não deixam o ar correr, são normalmente feitos de bronze para evitar o enferrujamento e contaminação da água.

Bloqueador de Ar é Legal?

O bloqueador de ar é Legal, mas para isso você deve seguir o procedimento de instalação do fabricante.

O produto só pode ser instalado após o hidrômetro de medição, e nunca pode ser quebrado nenhum lacre da empresa de saneamento para instalação do produto.

Após o Relógio de medição o consumidor tem direito de fazer a mudança da forma que achar necessário em seu imóvel, não cabendo a empresa de saneamento impedir que essas mudanças sejam feitas.

O Que Causa o Fluxo do Ar?

Esse ar que vem na rede de distribuição é causado quando o sistema fica por muito tempo desabastecido, e para que a água volte para os encanamentos é necessário que ela seja empurrada pelo ar.

Em alguns locais existem ventosas que auxiliam o ar a sair do sistema antes de chegar á sua casa, mas nem sempre isso é o suficiente para barrar o ar.

Ajuda na Redução Consumo de Água?

O Maior problema desse ar que vem nas tubulações é que ele é contabilizado como água no hidrômetro, ou seja, você estará pagando pelo ar e sua conta de água estará maior sem você gastar.

O bloqueador de ar tem uma válvula que restringe a passagem de ar e dessa forma faz com que o hidrômetro não gire por conta apenas do ar, uma desvantagem é que pode diminuir a pressão da água.

Como Instalar ?

O Produto pode ser instalado tanto na saída do hidrômetro de água, quanto na entrada da caixa de água.

Caso seu encanamento tenha alguma torneira de água da rua o ideal é ser instalado após a saída do hidrometro de água.

Onde Comprar?

Este tipo de produto é encontrado em casas de material de construção e também na internet através do site Mercado Livre.

https://lista.mercadolivre.com.br/bloqueador-ar#D[A:bloqueador%20ar]

Conclusão

O Bloqueador de ar age mantendo a rede de água pressurizada, dessa forma o ar que vem da tubulação não vem com muita força e com isso não acaba sendo registrado no hidrômetro.

Já a água por ter uma pressão diferente é registrada, dessa forma se torna justa a medição feita pelo hidrômetro e você economiza na conta de água no fim do mês.

O post Limpeza Caixa De Água apareceu primeiro em REI CAÇA VAZAMENTO.

Dicas Como Economizar Água

Dicas Como Economizar Água

Tempo de leitura: 6 minutos

Como Economizar Água?

É Muito importante ter consciência que esse é o bem mais precioso que temos, além de pensar no financeiro é importante lembrar que a água um dia se tornará escassa se continuarmos a gastar da forma que estamos.

Como Economizar Água

Se você acha que está gastando muito dinheiro com a conta de água, recomendamos que siga as dicas a seguir para economizar água e reduzir o seu consumo de maneira simples e rápida.

Apenas 0,7% da água no mundo é potável, muita gente até sabe da importância de se economizar água mas acabam deixando passar alguns detalhes.

Veja abaixo algumas dicas para reduzir o consumo de água no dia a dia e acabar economizando também na conta de água, confira:

Como economizar água em mais de 70 dicas

Eliminador de ar para economia de água, funciona? E é legal?

Consumo e desperdício de água: A situação no Brasil

 

Dicas para Economizar Água e Reduzir seu Consumo

É Possível reduzir o consumo de água pela metade na maioria dos nossos afazeres, nem todo mundo se atenta á esses detalhes e acaba desperdiçando sem ter intenção alguma:

Dicas para Economizar Água e Reduzir seu Consumo

  • Banho
    • Durante o banho se deve desligar o chuveiro enquanto ensaboa ou se utiliza o shampoo, dessa forma você reduz o consumo em até pela metade
  • Lavar as mãos
    • Ao lavar as mãos é interessante desligar a torneira enquanto ensaboa, essa é outra pratica importante que muita gente negligencia
  • Lavar a calçada
    • Muita gente ainda faz isso e é um absurdo, é possível limpar a calçada mais rápido apenas varrendo, mas algumas pessoas por preguiça acabam usando litros e litros de água sem necessidade.
  • Escovar os dentes
    • Muita gente ao escovar os dentes deixa a torneira aberta, isso pode desperdiçar de 3 á 5 litros, é recomendado que use um copo cheio de água para enxaguar a boca.
  • Fazer a barba
    • É Interessante também enquanto você ensaboa o rosto ou rapa, desligar a torneira, dessa forma você economiza e só usa quando precisa.
  • Lavar louça
    • Ao ensaboar as louças é interessante lembrar de fechar a torneira, pode parecer óbvio.
  • Vazamentos
    • Outro detalhe importante é se atentar em resolver os vazamentos, sabe aquela torneira que fica pingando? ela pode gastar 30 litros de água por dia.
  • Vazamentos internos
    • Se sua conta está alta, pode estar havendo vazamentos internos de água na sua tubulação, isso pode estar te fazendo desperdiçar água e gastar mais dinheiro

Conta Alta 5 Dicas Como Achar Vazamento de Água no Imóvel

Economize Água Investindo em Modernidade.

Além desses detalhes, para quem deseja investir mais é possível economizar ainda mais, no longo prazo esses investimentos valem a pena pois a economia é considerável, um deles é o vaso sanitário que funciona a seco, uma lava louças pode economizar cerca de 40% no uso de água.

Economize Água Investindo em Modernidade

Ao contrário do que muita gente pensa, uma máquina de lavar roupa ajuda na economia, ela otimiza o uso de água, também existem torneiras que ajudam na economia de água, basta comprar uma peça chamada “arejador”.

É Uma peça que introduz bolhas de ar no jato de água, dando um aspecto de mais volume de água e eliminando os respingos de água, dessa forma ajudando a reduzir o consumo.

Além das torneiras, essa peça também pode ser instalada nos chuveiros, a sua função é a mesma e com isso a economia pode ser gigantesca pois o que mais gasta água em uma residência são os chuveiros e torneiras.

Aproveitando Água da Chuva

Muita gente tem o hábito de captar a água da chuva para uso não potável, ou seja, acaba utilizando para lavar o quintal, carros, regar as plantas.

Vaso Sanitário

Outro tipo de vaso que ajuda na economia é o que tem a caixa de água acoplada no vaso sanitário, pra você ter ideia são gastos 6 litros de água, enquanto o vaso sanitário comum com válvula utiliza de 15 a 30 litros.

Também se atente para vazamentos no vaso sanitário, esse tipo de vazamento pode passar desapercebido e pode estar contribuindo para o gasto de água desnecessário.

Piscina

Se você tem uma piscina e deixa ela destampada durante o dia está desperdiçando água sem saber, isso porque a água evapora quando exposta ao sol por muito tempo, é interessante investir em equipamentos para tratar a água, dessa forma você não precisa trocar com frequência e economiza na conta de água.

Outra dica é manter a água cerca de 15 cm a baixo do nível da piscina, dessa forma você evita transbordamento e desperdício de água.

Balde no Chuveiro

Sabe aquele tempo em que o chuveiro fica ligado para atingir a temperatura ideal para você? já se atentou que toda aquela água é desperdiçada? uma dica importante é usar um balde para reter aquela água e utilizar em qualquer outro afazer da casa, você pode usar para regar plantas, no uso da descarga, só não é indicado o uso envolvendo louças e alimentos.

Lavando o Carro

Muita gente na hora de lavar o seu carro utiliza da mangueira para essa função, é preciso lembrar de fechar na hora de ensaboar o carro e só ligar quando for enxaguar, e se quiser economizar ainda mais, é indicado que se use o balde com água em vez da mangueira.

Meio Ambiente

Muita gente não sabe desse detalhe, mas jogar óleo de fritura na pia pode contaminar 400 mil litros de água, é extremamente prejudicial ao meio-ambiente, recomendamos que deposite o óleo em garrafas pet ou galões, muitos supermercados aceitam litros de óleo antigo em troca de novos, além de poupar o meio ambiente você economiza nas compras.

Outro detalhe é que muita gente acaba jogando lixo no vaso sanitário, isso é muito prejudicial ao meio ambiente, evite também jogar o papel no vaso, existe lixo para isso.

Plantas e Jardim

Se você é do tipo de pessoa que gosta de ter plantas ou manter um jardim, uma dica importante é deixar para regar durante a noite, dessa forma a água não evapora, também é recomendado o uso do regador do que a mangueira.

Caixa D’agua

Muita gente possuí um tipo de caixa que quando cheia começa a vazar, fique atento e não deixe que isso ocorra, também é possível que ocorra vazamentos de água na caixa, faça uma manutenção a cada seis meses para que não haja desperdício de água.

Máquina de Lavar

Apesar de ser mais econômica do que lavar roupas na mão, você também pode reaproveitar a água que sai da máquina para lavar o quintal ou a calçada, até o chão de casa você pode lavar com essa água, é uma maneira eficiente de utilizar a água que seria jogada fora.

Outra dica é deixar para lavar louças apenas quando puder encher a máquina de lavar, dessa forma você também faz uma economia de água pois a quantidade a ser gastada vai ser a mesma para 10 ou 40 peças, existem máquinas que você consegue definir a quantidade de água, se atente á esses detalhes.

Conscientização

Alerte os membros de sua família, ensine e dê dicas para reduzir o consumo de água, quanto mais pessoas estiverem atentas á esses detalhes, maior é a economia de água, o meio ambiente e seu bolso agradece.

O post Dicas Como Economizar Água apareceu primeiro em REI CAÇA VAZAMENTO.